As dúvidas mais comuns sobre a infecção urinária

17/08/2017 - Dra. Marcela Noronha



Esse texto tem caráter informativo e foi feito para que você fique por dentro dos principais pontos quando falamos sobre infecção urinária.

Vale lembrar que qualquer dúvida deve ser levado ao seu médico. :)

Quando ocorre a infecção urinária?

A infecção urinária ocorre quando há uma multiplicação bacteriana em qualquer parte do trato urinário, uma vez que os rins e as vias urinárias são estéreis, ou seja, não possuem nenhuma bactéria em seu estado saudável.

A infecção urinária é comum na infância?

Sim. Esse tipo de infecção é uma das mais comuns da pediatria e atinge principalmente crianças lactentes (de zero a dois anos), especialmente nos primeiros meses de vida.

É verdade que meninas são mais acometidas por infecção urinária do que meninos?

Sim. A partir dos seis meses de idade, as meninas tem de 5 a 8% de chance de apresentar infecção urinária, enquanto que nos meninos esta probabilidade fica em torno de 1 a 2%. Porém, abaixo dos seis meses, os meninos são mais propensos a infecção do trato urinário do que as meninas.

Qual é a idade mais comum para a infecção urinária ocorrer?

O pico de incidência da infecção urinária na infância ocorre entre os três e quatro anos de idade.

Quando suspeitar de infecção urinária na criança?

Crianças abaixo de dois anos de idade apresentando febre sem outros sinais ou sintomas (por exemplo: tosse, nariz escorrendo, diarreia) por mais de 48 horas devem realizar um exame de urina para investigar uma eventual infecção urinária.

Nas crianças que já não usam mais fraldas, normalmente a infecção urinaria vem acompanhada de sintomas locais como: dor durante as micções, urgência ou retenção urinária (não consegue fazer xixi), dor abdominal e escapes urinários.

Quando a infecção acomete o rim conjuntamente com a bexiga é normal o aparecimento de sintomas como febre, irritabilidade, vômitos, falta de apetite e abatimento intenso.

Em caso de suspeita de infecção urinaria um exame de urina deve ser realizado e, em caso de resultado positivo, seu médico orientará o melhor tratamento.

Como colher exame de urina em crianças?

Em crianças que usam fraldas, no caso de uma suspeita de infecção urinária, o exame deve ser realizado através de uma sonda. O procedimento deve ser realizado por um profissional capacitado e, de forma asséptica, é introduzida no genital da criança uma sonda até a bexiga para a coleta de urina. Em crianças que já sabem usar o banheiro, a urina deve ser colhida após a higiene genital adequada, desprezando o comecinho da urina (primeiro jato) em recipiente adequado.

Posso coletar a urina do meu filho utilizando um saco coletor?

Durante a suspeita de uma infecção urinária não! Utilizando o saco coletor há um risco de contaminação em até 80% das vezes, ou seja, o resultado do exame poderá ser positivo mesmo que seu filho não esteja com a infecção. Porém, se o exame estiver sendo coletado somente para um procedimento de rotina, não há problema algum em se utilizar o saco coletar.

Qual o melhor exame: urina 1 ou urocultura?

Ambos os exames devem ser coletados no caso de suspeita de infecção urinária, com a técnica adequada para cada idade, uma vez que os resultados apresentados por cada um deles se completam.

O resultado do exame de urina 1 fica pronto no mesmo dia e sugere a presença de infecção urinária quando há presença do nitrito e/ou leucócitos aumentados.

Já o resultado da urocultura demora de três a cinco dias para ficar pronto e mostra qual é a bactéria responsável pela infecção, no caso de um diagnóstico positivo, confirmando assim o exame de urina 1.

Quais bactérias mais causam infecção urinária?

A bactéria mais comum na infecção urinária é a Escherichia coli, sendo responsável por cerca de 90% das infecções. Outras bactérias habituais causadoras de infecção urinária são: Proteus, Klebsiella, Enterococcus, Enterobacter spp. Outras menos comuns são: Pseudomonas, Streptococcus do grupo B e Staphylococcus aureus.

Adolescentes, devido a alterações hormonais, podem apresentar infecções urinárias causadas por Staphylococcus saprofiticus.

Meu filho acabou de tratar a infecção urinária e agora ela voltou, é normal?

Infelizmente, recorrências de infecções urinárias são comuns. No primeiro ano após a infecção cerca de 30% dos pacientes são reincidentes e no período de cinco anos a taxa chega a 50%. 

A urina do meu filho mostrou mais de um milhão de leucócitos. É mais grave?

Não, o exame com contagem de leucócitos superior 1.000.000 (um milhão) não define gravidade, apenas sugere mais fortemente o quadro de infecção. Vale lembrar que somente o resultado do exame de urocultura é que determina se a criança tem ou não infecção de urina. Podemos ter leucócitos aumentados na urina devido a algum corrimento vaginal ou secreção peniana, sem que haja necessariamente uma infecção associada.

Sintomas que sugerem a gravidade da infecção urinária são: apatia, febre alta que não abaixa com medicação antitérmica, presença de tremores e calafrios e vômitos que não cessam com medicação.

Quais as causas de uma infecção urinária?

Diversas causas podem levar a uma infecção urinária na infância. É necessária uma investigação criteriosa com auxílio de exames para se estabelecer a causa exata e tratá-la adequadamente. Algumas das causas mais comuns incluem: refluxo vesico-ureteral, constipação, padrão urinário retentor (demorar muito para fazer xixi) e malformações do trato urinário.

Quais cuidados devemos tomar após uma infecção urinária na criança?

Após uma infecção urinária na criança é importante fazer uma investigação completa para descobrir a causa da infecção. Esta investigação inclui uma anamnese sobre o hábito urinário e intestinal, exames específicos de urina, sangue e ultrassonografia de rins e vias urinárias. Alguns exames mais complexos podem ser solicitados como cintilografias renais e uretrocistografia miccional, a depender de cada caso. É importante que após uma infecção urinária você converse com seu pediatra para que as investigações sejam efetuadas e, se necessário, a criança seja encaminhada para uma consulta com o nefrologista infantil.

Existe algum risco caso uma infecção urinária não ser tratada adequadamente?

Sim. Não tratar infecções urinárias adequadamente pode levar a formação de cicatrizes renais que, no futuro, podem acarretar em insuficiência renal nos casos mais graves. É muito importante que seu médico pediatra ou nefrologista investigue rigorosamente a causa da infecção para que o tratamento adequado seja prescrito. 

Qual é o médico que cuida das crianças que já tiveram infecção urinária?

A especialidade médica que investiga e trata crianças que já apresentaram infecção urinária é a nefrologia infantil.

cadastre-se

receba nossos conteúdos por e-mail.

veja também

Saiba tudo sobre Síndrome Nefrótica

saiba mais

Carambola x rim

saiba mais

Pedras no rim: o que pode e o que evitar

saiba mais

Rim único: Tenho só um rim, e agora?!

saiba mais

Tumores renais

saiba mais

Malformações do trato urinário

saiba mais

©2020 - Dra. Marcela Noronha - Todos os direitos reservados.

Desenvolvido por